26.6.09

começar de novo


Quando chegamos na nossa casa de Salvador em abril, esta primavera (bougainville) estava 'falecendo', fraquinha, as folhas miudas, é uma planta antiga aqui no jardim, dá pra ver como é velha por causa do tronco grosso. Ela já deve ter florido muitas e muitas vezes, deve ter enchido os olhos de quem a admirou, mas deve ter sido também abandonada, provavelmente quem morou nessa casa antes da gente não deu valor à ela.

Logo que cheguei podei, tirei as pontas dos galhos, ela brotou, mas não estava forte, dava pra ver a dificuldade para soltar as folhinhas que já vinham amareladas.

Quando viajei o Tunico decidiu podar mesmo, cortou todos os galhos pequenos e mais finos, deixou praticamente o tronco e veja que coisa linda! Eu a percebo feliz, renascida, alegre pelos bons tratos.

Para mim é um exemplo. A natureza se renova pela poda. Cortar para poder viver. E vem com mais energia, o tronco é forte para sustentar sua exuberância, tem uma história de vida que a mantém viva.

Um comentário:

Regina Fernandes disse...

É isso mesmo Ju, a mãe natureza sempre nos ensinando a viver. Cortar o velho, abrir espaços para florir de novo. Lindo post!

Bjs
Ótimo fim de semana