7.9.09

Jacareí, minha cidade natal (continuação)

clique na imagem para ampliar

Volto ao famoso bolinho, já que não dá para falar de minha cidade natal sem esta saborosa lembrança, uma simples mistura, um carinho e um assunto de familia. Principalmente este ano que houve um movimento para que o bolinho caipira de Jacareí seja Patrimônio Cultural e em julho aconteceu a Feira do Bolinho Caipira no Museu de Antropologia que funciona no casarão da minha antiga escola. Muito se discute sobre a origem do bolinho e de quem foi a autoria. Seja qual for a 'verdadeira' receita, para mim é a da minha avó a que eu mais gosto.

Na praça da Matriz, nas festas religiosas da Semana Santa e no dia 8 de dezembro, dia da Imaculada Conceição, padroeira da cidade, aconteciam as quermesses. O jardim com canteiros de rosas se enchiam de luz e de barracas com os mais variados quitutes, e minha vó Nicota montava sua barraca de bolinho, uma das mais concorridas, aquele cheiro invadia a praça e não havia quem não fosse provar.

Encontrei na internet esta foto, não sei quem é o autor, mas é uma foto provavelmente dos anos 60 onde se vê ao fundo o prédio onde morei e um parque de diversões montado bem na frente de casa, era sempre uma festa por esses lados da cidade. Aparece também na foto, do lado esquerdo o barracão onde funcionava o Tiro de Guerra e a nós, crianças, acompanhavamos as evoluções das instruções dos soldados.

A Santa Casa foi construída em 1854 e eu nasci quase 100 anos depois neste lugar. Na foto acima provavelmente uma ampliação e a foto abaixo é de como ela está atualmente, praticamente nada mudou.

Já este prédio foi quase destruído para abrir a rua que era muito estreita. As ruas do centro são estreitas e sinuosas porque a cidade cresceu ao longo do caminho feito pelos burros que carregavam mercadorias no seu lombo entre São Paulo e Rio, o caminho era o Vale do Paraíba e assim se formaram todas as cidades.
Neste lindo casarão trabalhava meu pai, aí funcionava o Posto de Saúde. Belos papeis de parede decoravam as salas e os vidros das janelas tinham desenhos clássicos, na entrada uma imponente escada de mármore com corrimão de ferro batido levava para um grande hall com lustres de ferro e cristal, eu era pequena, então tudo parecia maior do que talvez fosse.
Nesta esquina foi instalado o primeiro semáforo da cidade quando eu ainda era pequena, se chama e talvez se chame hoje, "4 Cantos", cruzamento das ruas Antonio Afonso e XV de Novembro.

E falando em saborosas lembranças de Jacareí, os famosos "Biscoutos Jacarei" estavam presentes em todas as mesas do lanche da tarde, sequilhos, rosquinhas, palitos e a Flor de Jacareí que bem esfarelento combinava perfeitamente com o café da Torrefação Truyts. A cidade ficou conhecida pela Fabrica de Biscoutos, ponto de parada para os viajantes do Vale.

algumas fotos não sei a autoria, a dos ingredientes do bolinho caipira é da fotógrafa jacariense e minha amiga Edna Medici e a da preparação dos bolinhos é de meu irmão Eduardo.

10 comentários:

Regina Fernandes disse...

Ju querida adorei esta postagem. Fotos antigas e lembranças boas... tudo de bom!

Agora me diz aqui um segredo: tem coisa melhor do que bolinho de vó?

Beijão

Edna Medici disse...

Seu blog está lindo, Ju.
Adorei.

Rolando Issa disse...

Jú, seu Blog está lindo. Parabens.

Anônimo disse...

Olá Ju, Meu nome é Roberto Diniz e seu blog me fez lembrar momentos e coisas que vivi na Gloriosa Jacareí.
Também fui criado próximo do Largo da Matriz, frequentei o Carlos porto e minha Tia, Terezinha Diniz deve ter dado aula para vc.

Hoje moro no Qatar e suas fotos foram um achado para matar a saudades.

Roberto

Anônimo disse...

Nossa Ju que delícia rever nossa cidade antiga, tenho muitas fotos mas estou sem scanner, logo que puder vou postar, amei sua casa, parece deliciosa!!!Parabéns pelo blog

Robertissima disse...

Jussara,
Já gostava do seu blog "O movel" mas esse aqui é show.
Amei as fotos da praia. Deve ser maravilhoso mesmo poder morar no litoral. Estive em abril na Paraíba e me apaixonei por João Pessoa, sonho em morar lá. Sucesso pra vc e continue com esses blogs maravilhosos.
Roberta

"blcamargo" disse...

Mora na capital e mas conheço bem sua cidade (tenho parentes aí).Venho lhe pedir um favor: Mantenho um blog de coisas dos anos 50/60 (http://blcamargo.blogspot.com/).Há muito tempo procuro "desesperadamente" foto da lata de "biscouto" jacareí. Vi que em seu blog tem uma da tampa da lata. Por acaso nao teria da lata toda? Eu faria a publicação e citaria a fonte(seu blog).Desde já agradeço.

Anônimo disse...

Muito bom que alguem se lembre dos já famosos Biscoutos Jacarey, fabrica fundada em 1889, pelos meus bisavós Amacio e Leonor Dias, em Jacarei. Por favor caso alguem tenha fotos antigas da fabrica me envie será muito importante. abraços a todos . Paulo Dias Ferreira

herbert disse...

cade a bala japonesa?

Anônimo disse...

Boa! Essa bala era deliciosa, mas era boa tambem pra arrancar a obturacao dos dentes da gente.