15.8.11

segunda-feira de madrugada


Fui levar o Tunico ao aeroporto as 5:15 da manhã, sempre deixamos os cachorros presos na parte do fundo da casa, tem portõeszinhos nas duas laterais, só que quando voltei e abri o portão automático da garagem os 3 sairam a toda para a rua, esquecemos um dos portões abertos.
Saí feito doida berrando o nome deles, consegui pegar o Joca e prendi dentro do carro, fechei o portão e sai desesperada atrás dos outros dois que já tinham dobrado a esquina e eu não vi se tinham ido para o lado da avenida da praia ou para o lado da rua de terra, correndo e gritando... louca e já imaginando o pior, sempre é assim nesses momentos, não é?
Passou um motoqueiro e gritei pra ele me ajudar (depois que pensei que podia até ser um bandido, dizem que tem pequenos assaltos nessa hora de manhã no pedaço da rua de terra).
O motoqueiro foi para a rua de terra e logo voltou dizendo que tinha visto os cachorros e foi lá cercá-los, eu correndo feito doida varrida e berrando.
O moço cercou os dois e eles latiam para ele, enfrentando!
Peguei o Zeca no colo que é o mais desobediente, pensei que o Raph me seguiria, o Zeca se debatia para se desvencilhar, além de ser pesado (12kg). Ai torci o joelho (aquele que já não é bom por causa do atropelamento), e mancando com o Zeca me arranhando, cheguei em casa, joguei ele pra dentro do portão e sai atrás do Ralph, esse foi mais fácil pegar, quando cheguei perto ele deitou no chão. Minha maior preocupação quando eles escapam é se um carro passa e atropela, porque eles não vão muito longe e acabam voltando.
Uma vez em São Paulo esquecemos o Joca pra fora e ele ficou sentadnho no portão, um vizinho tocou a campainha pra perguntar se o cachorro era nosso.
Eles não fogem, só querem dar uma escapadela, mas dá um baita susto! credo, meu coração parecia que ia sair pela boca.


Para evitar essas escapadas é que fizemos esse portãozinho na frente do portão da rua, para podermos abrir o portão sem ter o risco deles sairem.

Tivemos que refazer parte do muro da frente porque algumas pedras do lado de fora estavam se desprendendo, ai  Tunico teve a ideia de colocar umas floreiras em cima do muro e eu escolhi plantar coroa de cristo, que lembra a infância, na casa que eu morava tinha uma mureta com floreiras com coroa de cristo, brinquei muito com essas mini florzinhas vermelhas.




 mudas de coroa de cristo para colocar em cima do muro
e de lágrima de cristo para subir no muro do lado de dentro perto do portão

a exória vai para o pé do muro do lado de fora

trouxemos também mais um vaso de antúrio

as floreiras são de plástico e a cor combinou com o terracota do muro, ficou perfeito!

*


14 comentários:

Ana Maria ( Jeito de Casa ) disse...

oi Juju

Nossa que trabalhão os meninos deram..rs
Não sabia que tinhas sido atropelada, que barra!!!
Agora tuas flores estão indas de mais. Nunca plantei coroa de cristo por medo dos espinhos, mas vai ficar perfeito sobre o muro até ajudará na segurança.

bju querida

Ilaine disse...

Oi, amiga!

Que odisséia com os cahorrinhos. Eles, muitas vezes, nos dão o maior trabalho, não é? Mas a gente adora-os.

Que lindo aqui...
Amei a primeira imagem: a luminosidade e os coqueiros.

Sim, as floreiras ficaram pefeitas, amei a cor do muro. Diferente, alegre, bonito.

Beijo

Taia Assunção disse...

Nossa mulher, que susto. A nossa cadela maior é fujona, ainda bem que na casa em que moramos a parte do fundo e independente da parte da frente. Mas quando viajamos e deixamos ela circular pelo quintal todo, temos que colocar uma vassoura ao lado do portão para empurrá-la para longe. Uma vez ela fugiu e ficou dois meses sumida, até meu menino do meio encontrá-la amarrada numa árvore numa casa que ficava na esquina, bem próxima a minha. Esses vasinhos sobre o muro não corre o risco de cair numa ventania? Ou você os prendeu? Pergunto porque lá em Minas tem uma casa cheia de vasos com cactos no segundo piso e sempre fico com receio de cair um na cabeça de alguém...rsrsrs. Beijocas!

AUDENI OU Dona Mocinha disse...

Oi Jussara, imagino teu desespero, até eu fiquei com o coração apertado lendo e imaginando qual seria o desfecho!!!!, GRAÇAS A DEUS VC. CONSEGUIU PEGAR O TRIO, e deu uma boa chinelada em cada um né????, rsrsrsrs

Tuas floreiras ficaram lindas.

Espero que vc. se recupere de seu joelho.



BEIJOS E ÓTIMA SEMANA



Audeni

Jussara Gehrke disse...

Ana
no dia 15 de novembro de 2007 fui atropelada de manhãzinha quando ia à padaria, deslocou a patela do joelho e passei um longo período de recuperação, foram meses, primeiro imobilizada na cama, depois de muletas e bengala fazendo fisioterapia, e até hoje sinto esse joelho me atrpalhando de vez em quando.

Taia, as floreiras estão bem presas, coladas mesmo, espero que ventania não os derrubem. Por esses dias tem ventado muito, agosto é época de ventos, essa noite ventou muito e eles continuam firmes lá!

Taia Assunção disse...

Hahaha...fiquei agoniada. Realmente não há vaso solto que resista ao vento do litoral. Ficou um charme. Beijocas!

DaniMoreno disse...

Juju... que nervoso... a minha me deu esses olés umas três vezes... até que infelizmente, semana passada o pior aconteceu... saí para pegar as meninas na escola... ela destruiu a tela do portão e fugiu para ir attrás de mim, mas infelizmente não chegou nem na esquina...
foi atropelada e morreu na hora... tãaaaaaao triste!!!! Estamos arrasados...

Tomara que eles não voltem a fugir!!!
Grande beijo, amore!!

Inês disse...

Que sufoco, Ju!
Ainda bem que você conseguiu recuperá-los sem ter acontecido nada. Meu cachorro também já nos fêz correr muito.
Suas plantas estão lindas, também gosto muito de antúrios, dizem que é a flor do signo de escorpião!

Bjs
Inês

Eliana disse...

ai Ju, que aflição...ainda bem que teve final feliz!!!
beijin

Allan Robert P. J. disse...

Um dos poucos programas que assisto na tv chama-se "Dog Whisperer", do mexicano Cesar Milan. Ele é um "psicólogo canino" e dá dicas valiosas sobre como educar cães. Em poucos minutos o cão deixa de escapar e, com exercício constante, passa a ser obediente, seguindo os chefes da matilha, no caso, Você e o Tunico. Visite o site dele e boa sorte:
http://www.cesarsway.com

Jussara Gehrke disse...

Allan, de vez em quando também vejo esse programa e também um de uma treinadora inglesa, a Victoria, procuro treiná-los, até que são obedientes em algumas coisas, mas sair pra rua e ir cheiras os outros cachorros nos portões da vizinhança é muita tentação!...rs... um dia eles vão se acalmar e aprender.
obrigada, Allan! bjs

Dani disse...

Juuuu, que susto!
Imagino o teu desespero na hora. Já aconteceu isso comigo e a adrenalina foi tanta que pensei que fosse enfartar.

{Adorei seu comentário. Vc captou bem o espírito da coisa. rs}

Beijo

Soraya disse...

Fico imaginando a cena!!!!kkkkkkkk
Mas a gente se apega mesmo a esse bichinhos,tem masi é que correr atrá mesmo!
bjos

Carol disse...

Como esses danadinhos nos deixam loucas, né?
A Milu já fugiu algumas vezes e me deu o maior susto, ela corre bem no meio da rua super movimentada, mas tenho tido mais cautela.
Cachorros são nossos tesouros.
As plantas e flores estão lindas.
Beijos